A BATALHA DE IWO JIMA

flags4

Desta vez La Poderosa foi parar no Japão precisamente na Ilha de Iwo Jima, no final da Segunda Guerra Mundial em 1945. Vou falar desse conflito sangrento entre americanos e japoneses, logicamente vou me referir a dois filmes “A conquista da honra” e “Cartas de Iwo Jima”.

O interessante que diferentemente de filmes de guerra, ambas as produções mostram que não existe nenhum lado certo, ninguém é bonzinho, todos acabam sendo prejudicados. O primeiro conta a versão americana e a foto que fez história para os soldados que posaram para ela. Enquanto o segundo mostra o lado japonês, onde os soldados escreviam cartas – sabendo que elas não seriam entregues – para conseguir um conforto maior. Os marines que estavam na foto saíram em turnê pelos Estados Unidos para arrecadar fundos para a guerra, ganharam promessas de empregos quando tudo terminasse. Todavia, o que se viu foi apenas enganação. -Abaixo segue uma matéria que fiz sobre o assunto!

Histórias da batalha de Iwo Jima são lembradas 63 anos depois

 A luta entre japoneses e americanos na Segunda Guerra Mundial virou até filme 

A batalha de Iwo Jima, na Segunda Guerra Mundial, terminou há 63 anos. Neste combate, Japão e Estados Unidos lutaram pelo controle da ilha japonesa, onde o vencedor iria conseguir pontos positivos para missões futuras, pois local poderia ser usado estrategicamente.

O conflito armado ocorreu em fevereiro de 1945, os japoneses sabendo da invasão dos Estados Unidos fizeram um plano para atacar. Eles ficaram em silêncio durante o bombardeio que antecedeu a chegada à praia dos soldados americanos, atacaram de surpresa porque estavam escondidos dentro de cavernas. O Tenente-General Tadamichi Kuribayashi foi o líder japonês, e por ter ficado dois anos em um centro militar americano, conhecia o inimigo.

O diretor Clint Eastwood levou essa história para o cinema em dois filmes. “A conquista da honra” conta a batalha na versão americana, e dá enfoque no hasteamento da bandeira dos Estados Unidos pelos marines no cume do Monte Suribachi. Já “Cartas de Iwo Jima” mostra o lado japonês no conflito na ilha. “Uma cena triste é quando o soldado japonês Saigo é recrutado para exército e se vê obrigado a abandonar sua esposa grávida”, diz estudante de cinema Fábio Ferreira.

No filme os americanos planejavam vencer a batalha em quatro dias, mas levaram mais de um mês. “Apesar disso acredito que os Estados Unidos não subestimaram o Japão, porque eles enviaram um número grande de soldados, navios e aviões. Além disso, eles sabiam que os japoneses iriam resistir até o último homem”, fala o historiador e professor da Universidade São Judas Tadeu Augusto Lanzoni.

Lanzoni também enfatizou a importância de Iwo Jima para ambos os lados. Os americanos almejavam conseguir bases existentes no local para dar sustentação para os aviões bombardearem o país asiático, a ilha também serviria como ponto de apoio para a Marinha. Por outro lado, os japoneses queriam vencer, pois a área era estratégica para proteger o país de uma possível invasão e com o retrocesso dos americanos poderia chegar reforços para acabar com os ataques dos países aliados.

A batalha foi finalizada 26 de Março de 1945 e a ilha foi declarada segura. Os americanos ocuparam o local até 1968. Hoje, a ilha se chama Iwo To, é coberta por uma camada de cinzas enegrecidas, indústrias aproveitaram para fazer mineração de enxofre e refinarias de açúcar. Atualmente, é inabitada por civis e requer permissão especial para acesso. Em Washington foi construído um memorial da Corporação da Marinha em homenagem aos fuzileiros que ergueram a bandeira no Monte Suribachi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s