NOVO MUNDO

“Quanto à vida e aos costumes, todos, tanto varões quanto mulheres, andam totalmente nus, sem outra cobertura nas pudendas do que as que trouxeram ao sair do ventre. São de estatura mediana, muito bem proporcionados, sua carne tende ao vermelho, como o pêlo do leão. Se andassem vestidos, creio que seriam tão brancos como nós. No corpo não há outro pêlo senão os cabelos, que os têm compridos e negros, sobretudo as mulheres, a quem faz belas a cabeleira assim longa e negra. Não têm o rosto tão bonito, porque possuem largas faces, semelhantes às dos tártaros; não deixam crescer nenhuma pilosidade nos supercílios, nas pálpebras e em todo corpo, com exceção da cabeça, porque ter pêlos consideram coisas de animais.”


Estas palavras são de Américo Vespúcio (1451 – 1512). Ele foi um dos exploradores do Novo Mundo, viajava com a bíblia do lado e a espada do outro.O texto faz parte do livro “Novo Mundo: As cartas que batizaram a América”. A obra reúne seus escritos sobre a nova terra. A apresentação ficou à cargo de Eduardo Bueno. Este faz até uma grande conclusão à respeito das idéias de Vespúcio:

“Quando Marco Polo escreveu o “Livro das Maravilhas” sobre sua ida à China, foi considerado mentiroso e charlatão, após muito tempo se descobriu que ele dizia a verdade. Dois séculos depois, Américo Vespúcio viajou na direção oposta, rumo ao poente, em busca das mesmas riquezas. Não achou palácios, nem especiarias, só gente nua que desconhecia o ferro e desdenhava o ouro. Todos leram, e ninguém o taxou de charlatão e mentiroso. Quando surgiram as suspeitas de que nem tudo era verdade, era tarde: seu nome já havia batizado um continente.”
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s