LA TETA ASUSTADA

la-teta-asustada-560-div

La Poderosa fala de uma produção bem diferente, não é sucesso de bilheteria, mas tem um grande valor. O título dessa postagem é o nome que se dá a uma suposta doença transmitida pelo leite materno, que afeta filhas de mulheres que foram violentadas. Essa é uma preocupação de Fausta (Magaly Solier), filha de uma das muitas mulheres que sofreram abusos no Peru durante o período ditatorial e de instabilidade social nos anos 80 até o começo do ano 2000.

gramado09_la_teta_asustada_i Um médico da capital Lima afirma que essa enfermidade é mais um mito. Apesar disso, a personagem principal permanece irredutível e deixa esse pensamento tomar conta de todas as suas ações. Sua preocupação é tão grande que ela acaba colocando uma batata na vagina para impedir uma possível iniciativa de estupro.
Ao mesmo tempo, a trama mostra a luta de Fausta para conseguir dinheiro para enterrar sua mãe, pois sua família é bem pobre e não tem recursos financeiros. A garota peruana tenta de todas as maneiras levar o corpo de sua mãe para a cidade natal . Além disso, ela enfrenta um longo caminho para se curar da doença causada pelo fato de ter enfiado uma batata na vagina.
la-teta-asustada4
O longa retrata um povo sofrido, que cresceu com medo de se expressar, viveu sempre em companhia da solidão e do silêncio. O Peru é mais um país que aturou um passado recente de ditaduras e barbáries, entretanto as cicatrizes nunca foram apagadas.
La Teta Asustada já venceu o Urso de Ouro no Festival de Berlim de 2009. O roteiro foi escrito por Claudia Llosa e tem no elenco Efraín Solís, Marino Ballón e Antolín Prieto.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s