SUSTENTÁCULOS

Foto divulgaçãoHora de assistir um espetáculo, desligar o celular, ficar quieto, se acomodar na cadeira e esperar a peça passar, certo? Essas informações valem para as montagens convencionais, não para Sustentáculos que está em cartaz no Memphis Rock Bar na cidade de São Paulo.
O espetáculo é a primeira montagem brasileira de Catch, um jogo francês de improvisação. Durante a apresentação, duas duplas de personagens disputam as provas sorteados pela plateia. É o público quem dirige os atores, afinal, o tempo todo é marcado pela troca de comunicação entre eles. Além disso, a dupla vencedora pode ser desafiada pelos espectadores.
“Nós falamos que cada jogo é um round, uma disputa. Alguns Catches pelo mundo são jogados em um ringue de boxe. Cada espetáculo é diferente porque ele é moldado com o público presente. Tem dias que os temas são mais infantis, outras vezes são mais dramáticos, o interessante é que são sempre os mesmos atores”, fala a atriz e diretora Camila Graziano.
Foto divulgação 1
Como a plateia é responsável pelo andamento da montagem, existe uma interação maior. Essa é até uma forma de aproximar mais o teatro do público. “Nós tentamos desmistificar o artista, geralmente as pessoas sentam, assistem o espetáculo e vão embora. No Sustentáculos, o espectador assiste a peça e pode jogar com os atores”, diz Patrick Aguiar.
Apesar de ser um show de improvisações, existe um preparo. “O Sustentáculos começou com um grupo de pesquisa. Ficamos sabendo mais sobre a questão improviso, os jogos e tivemos o auxílio do suíço Gabriel Stampfli, que participou de catches do mundo inteiro e trouxe uma linguagem que ainda não tínhamos contato aqui no Brasil”, conta Camila Graziano.
Por causa da característica peculiar, várias pessoas assistem ao espetáculo mais de uma vez. A roleta tem 13 jogos diferentes, mas em cada apresentação são escolhidos sete. Ou seja, nenhuma encenação será repetida.
Além de Camila Graziano e Patrick Aguiar, o Sustentáculos tem no elenco Thiago Toledo, Juliana Dorneles e o apresentador Cauê Madeira. A concepção do espetáculo é de Allan Benatti, do grupo Jogando No Quintal. O show ficará em cartaz por tempo indeterminado no Memphis Rock Bar com apresentações às quintas-feiras às 21hs.

Serviço


Local: Memphis Rock Bar
Endereço: Avenida dos Imarés,295 – Moema – São Paulo
Data: Quintas-feiras às 21hs
Tel: (11) 5542 9767
Preço: R$ 25

* Matéria original feita para o site ClickCultural

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s