MULHERES ALTERADAS

fto_ft1_8286

As charges de Mulheres Alteradas, da cartunista argentina Maitena, faz sucesso com o público feminino. Agora, toda a atmosfera criada pela chargista passará para os palcos com: Luiza Tomé, Mel Lisboa, Daniele Valente e André Bankoff. A estreia aconteceU no dia 16 de julho, no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo.
Antes de ser convidada para entrar no elenco da peça, Mel Lisboa já gostava de ler os quadrinhos de Maitena. “Esse trabalho traz uma identificação para qualquer mulher, já quem não é do sexo feminino consegue identificar as suas mulheres inseridas nessa história. Além disso, a Andrea Maltarolli conseguiu trazer bem esse mundo da HQ para a dramaturgia”.


fto_ft1_8290

Cada atriz interpreta uma personagem diferente. Norma (Luiza Tomé) é uma executiva pragmática, casada, com dois filhos e, agora, se depara com uma terceira gravidez. Alice (Daniele Valente) é uma mulher rica, solteira, um pouco tímida, mas não desiste de encontrar o seu grande amor. Lisa (Mel Lisboa) é separada do marido, mãe de um único filho, inteligente, com preocupações fúteis, porém, em crise por causa de um nódulo que apareceu em um dos seios.

Já André Bankoff incorpora vários homens com personalidades bem diferentes um do outro, desde um professor de academia até mesmo um adolescente. Os atores também revelaram que se identificam em certas situações com seus personagens.
fto_ft1_8287Mulheres Alteradas é uma espécie de espelho das mulheres do cotidiano. “Existem muitas peças falando de mulher, mas esse espetáculo retrata o que elas pensam, é como se as pessoas estivessem observando dentro da cabeça delas”, diz Daniele Valente.
No palco, além dos atores, a peça conta com a Banda Alteradas. Um grupo formado por Elaine Giacomelli, Anne Stercussa e Clara Bass. Elas executam músicas instrumentais ao vivo, que foram compostas com exclusividade para a peça.

fto_ft1_8288

Ao mesmo tempo, Luiza Tomé está comemorando sua volta aos palcos depois de 12 anos. “Eu precisava voltar ao teatro, senão você acaba esquecendo o que é ser ator. Quando está em frente à plateia, se faz tudo ao vivo, ou você acerta ou acerta”, brinca a atriz.
Além disso, as atrizes falaram da importância das artes cênicas em sua carreira. “Teatro é a volta para a casa, é um templo, onde eu comecei, por isso eu sou atriz. Eu amo a televisão, amo o cinema, são viagens interessantes”, enfatiza Daniele Valente. “Eu preciso fazer teatro, pois não é só a relação com o público, mas envolve vários fatores que explicam o que é ser ator. O processo de criação, ensaio, as dificuldades, é difícil, porém é uma delícia”, fala Mel Lisboa.

fto_ft1_8291

Mulheres Alteradas tem a direção de Eduardo Figueiredo e deve ficar em cartaz até o dia 3 de outubro, no Teatro Procópio Ferreira.
O espetáculo não é só uma peça para o público feminino. Claro que as mulheres se identificaram bastante com as personagens, pois passam pelas mesmas histórias no cotidiano. Porém, o espetáculo trará uma identificação para os homens, eles enxergarão todas suas mulheres ao ver a interpretação de Mel Lisboa, Daniele Valente e Luiza Tomé.

Local: Teatro Procópio Ferreira
Endereço: Rua Augusta, 2823 – Cerqueira César – São Paulo
Data: Sexta e Sábado às 21h30 e Domingo às 19hs
Tel: (11) 3083-4475
Preço: De R$ 50 a R$ 70

* Matéria escria para o site ClickCultural

Anúncios

2 respostas em “MULHERES ALTERADAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s