BIUTIFUL

Biutiful-PhotographO diretor babel1mexicano Alejandro González Iñárritu sempre tenta dar dimensões globais   em seus filmes. Babel mostrava que um trágico acidente envolvendo um casal norte-americano no Marrocos acabava ligando fatos e personagens no México e Japão. Agora com Biutiful a trama se passa na Espanha, por mais que a história dramática gire em torno de um personagem, o enredo acaba ultrapassando as fronteiras e atinge África e Ásia ao mesmo tempo.
No longa, Javier Bardem é Uxbal, um pai de dois filhos que está à beira da morte. Além do problema de saúde, o protagonista tenta a qualquer custo ganhar algum dinheiro com a exploração de africanos como camelôs e chineses na indústria têxtil e na área de construção civil.
Com isso, o filme traz dramas paralelos à história principal. Os imigrantes vieram para conseguir uma vida melhor em Barcelona, país de primeiro mundo, entretanto apenas arranjam trabalhos escravos e vivem de forma desumana.

biutiful4
Além disso, Uxbal tem que enfrentar as aventuras com bebida e promiscuidade de sua mulher. Cada cena é recheada de negativismo, o personagem de Javier Bardem parece que resolveu abraçar todas as desgraças do mundo para si. Ao mesmo tempo, o passado se revela perturbador e ainda presente para o protagonista. O fato de não ter conhecido seu pai acaba incomodando constantemente. Ele teme que isso aconteça também com seus filhos, esse é o medo de perder a legitimidade e cair no limbo do esquecimento.

Apesar de Uxbal comover o público com seu drama, o destaque fica para a mentalidade do personagem principal não ser uma lição de moral para a sociedade. Cada um faz o que vê pela frente, não importando as consequências, para se dar bem. Suas formas ilícitas de tirar alguma renda comprovam a afirmação.
biutiful10rr.mAlejandro González Iñárritu talvez tenha sempre escolhido dar um âmbito universal para seus filmes para enfatizar a fragilidade e as mazelas que dominam mundo afora. Biutiful vai fundo e releva que não tem nada de beautiful. biutiful-1440x1080-01A trama concorre nas categorias de Melhor Ator com Javier Bardem e Melhor Filme em língua estrangeira no Oscar 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s