Como a geração sexo-drogas-e-rock’n’roll salvou Hollywood?

20090702141315_10352_large_marlon-brando 20_2259-cult-livro-blog No fim da década de 60, o cinema estava em declínio, ninguém queria pagar para assistir um filme. A resposta para esse fato é simples: todos estavam cansados das produções que sempre faziam a mesma coisa, sem inovação, cheio de comandismo, precisava haver alguma mudança, senão a sétima arte estaria fadada a cair no limbo do esquecimento e desaparecer por completo da face da terra.
Eis que uma geração de diretores desconhecidos apareceu para revolucionar a história e trazer uma marca importante que predominou nos anos 70 e chegou ao fim no começo dos anos 80. “Foi a última vez que Hollywood produziu um bloco de filmes arriscados e de alta qualidade – em vez de uma rara e solitária obra-prima-, que eram impulsionados por seus personagens e não pela trama, que desafiavam as convenções tradicionais de narrativa, que desafiavam a tirania da correção técnica, que quebravam os tabus da linguagem e do comportamento, que ousavam ter finais infelizes”.
Essa época é registrada em Como a geração sexo-drogas-e-rock’n’roll salvou Hollywood?, livro de Peter Biskind. A obra se preocupou em narrar cada fato com extrema precisão, o autor dividiu seu trabalho em capítulos que mostravam o que aconteceu em cada ano. Além dos significados e reações de cada filme, o jornalista procurou detalhar a vida dos diretores e como essa origem influenciou em seus trabalhos cinematográficos.
travis-bickle-de-niro-taxi-driver


Nova Hollywood


Esse novo time tinha nomes como Dennis Hopper, Robert Altman, Peter Bogdanovich, HalComo A Geração SEXO-DROGAS-E-ROCKNROLL Salvou Hollywood - Capa Ashby, Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, George Lucas, Steven Spielberg, entre outros. Eles foram responsáveis por inventar uma nova forma de fazer cinema. No começo, não davam bola para seus trabalhos, achavam que era apenas uma nuvem passageira. Entretanto, eles conseguiram ter poder e ficaram na frente de certos produtores de estúdio, algo inédito na época.
A Nova Hollywood era altamente influenciada pelo movimento de contracultura que estava em ascensão nos Estados Unidos, principalmente devido as atrocidades da Guerra do Vietnã. Ao mesmo tempo, drogas de todos os tipos e orgias funcionaram como combustível para alimentar essa nova geração.
Bonnie e Clyde, Sem Destino, O Poderoso Chefão, A Última Sessão de Cinema, Taxi Driver, Touro Indomável, Tubarão, Star Wars, Apocalypse Now são algumas das produções que foram feitas na época e são longas que ultrapassaram gerações e ainda continuam na lista dos melhores.ELT200801121139116437235 Brigas e Egos: Jogamos Tudo Fora

Com o sucesso e controle dos filmes, alguns diretores pensavam que estava acima da lei, se consideravam novos deuses literalmente. Francis Ford Coppola era um dos mais megalomaníacos, sonhava em criar um estúdio próprio que abrigaria os melhores diretores do mundo.
Todavia, tudo que começa tem um fim. Brigas envolvendo dinheiro e egos foram as primeiras evidências da destruição dessa Nova Hollywood. Todos os filmes admirados hoje, considerados clássicos deram problemas, seja em questões financeiras ou no relacionamento de atores/diretores/produtores.MBDTADR EC009Além disso, os estúdios conseguiram se renovar e achar outra maneira de obter o poder novamente. Pode se dizer que o cinema não era encarado como indústria antes dessa geração que cansou de bater recordes de bilheteria. Apesar de ter sido um período curto, o legado desse grupo permanece vivo e deve continuar assim por um bom tempo.
Como a geração sexo-drogas-e-rock’n’roll salvou Hollywood? pode ser adquirido com duas capas diferentes: azul em homenagem à Sem Destino, filme com Peter Fonda e Dennis Hopper; ou Vermelho em homenagem à Touro Indomável com Robert De Niro.
Anúncios

Uma resposta em “Como a geração sexo-drogas-e-rock’n’roll salvou Hollywood?

  1. Pingback: MOSTRA EASY RIDERS | LA PODEROSA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s