PASMACEIRA FUTEBOLÍSTICA

AH1309466912x8864 O Campeonato Brasileiro 2011 é um dos mais disputados de todos os tempos. Errado. Apesar de boa parte de a mídia focar nesse raciocínio, o verdadeiro sentimento existente é o péssimo nível que a competição tem enfrentado nos últimos anos. Jogos de puro marasmo. Fraco e sonolento são os adjetivos que sintetizam boa parte das rodadas.
Podem dizer que aqui não é igual a Espanha onde apenas dois times podem ser campeões (Barcelona e Real Madrid). Pois, no Brasil vários times têm chances de se consagrar. 
A verdade é que no país tupiniquim, a maioria está no nível de pasmaceira futebolística, portanto não é tão surpreendente ver o lanterna vencer o líder. América MG e Corinthians protagonizaram um dos piores jogos do campeonato. Aliás, o a equipe do Parque São Jorge permaneceu em mais de 66% do Brasileirão na ponta. O fato só ocorreu por causa da falta de competência dos outros adversários.chicao-gol-corinthians-america-mineiro-brasileirao-2011-size-598

Daniel Piza, como sempre, conseguiu ver o que a maioria não quis enxergar com o post “Lanterna na Proa”:

 
Continuo com a TV ligada, zapeando canais e programas esportivos, e, na rádio e nos jornais dos dias seguintes, escuto e leio sobre a partida. Aos poucos as conversas convergem: se o líder perdeu para o lanterna, é porque “futebol não tem lógica” e, sempre em tom de orgulho mal disfarçado, “o campeonato brasileiro é o mais disputado do mundo”, mesmo que falte um grande time e o nível técnico não seja dos melhores. Mais sono.

A derrota do Corinthians não pode ser tomada especificamente como prova de que o futebol é imprevisível. Aliás, ter lógica não significa ser previsível – e que essa confusão permaneça no esporte mais querido do povo brasileiro não deixa de mostrar as deficiências da nossa cultura e educação. O confronto não atentou contra a lógica, mas contra o prazer.Jogadores-do-Barcelona-com-uniforme-preto-uma-vitoria-e-um-empate-no-Campeonato-Espanhol-size-598O Brasil não é o país do futebol há anos, nunca foi exatamente, pois grandes ídolos se destacam nos campeonatos no exterior, que são mais organizados e tem um maior requinte. Existem raras exceções. A emoção proporcionada pelos derbis regionais ficaram de fora, futebol perdeu a paixão e virou uma máquina caça níquel.
willian-corinthians-campeonato-brasileiro O fato fica ainda pior quando o esporte é comandado por uma máfia chamada CBF. Ricardo Teixeira não poupou palavras de podridão para mostrar seu poder com uma entrevista feita para a Revista Piauí.
Ao falar da Confederação ou da Seleção, Teixeira emprega a metonímia “eu”: “Eu tive que pagar”, ou “Eu tenho 120 milhões em caixa”, ou “Eu tinha que ganhar aquela Copa”, ou “Eu não queria abrir a Copa da Alemanha”.

Perguntei se Teixeira precisava dele para se eleger. “Claro que não, burro é uma coisa que ele não é”, respondeu Havelange. “Se a senhora um dia tivesse que definir a malandragem, no bom sentido, claro, ela se chamaria Ricardo Teixeira.”

Enquanto o avião decolava, tirou os sapatos, esticou as pernas sobre um banquinho de couro creme e fez o sinal da cruz. As luzes da cidade tinham ficado para trás quando rompeu o silêncio: “Em 2014, posso fazer a maldade que for. A maldade mais elástica, mais impensável, mais maquiavélica. Não dar credencial, proibir acesso, mudar horário de jogo. E sabe o que vai acontecer? Nada. Sabe por quê? Porque eu saio em 2015. E aí, acabou.”

Esses trechos exprimem o Coronelismo que manda e desmanda em nosso futebol e tem planos ambiciosos de dominar a FIFA. Que venha a próxima rodada!
Anúncios

Uma resposta em “PASMACEIRA FUTEBOLÍSTICA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s