MI: PROTOCOLO FANTASMA

MIIV 5Brian De Palma fez um embate entre verdade e mentira no primeiro longa (1996). John Woo trouxe mais ação para a sequência (2000) e J.J Abrams acrescentou um ar de suspense e mistério na conclusão da trilogia (2006). Brad Bird, conhecido por seus trabalhos no ramo da animação (Gigante de Ferro, Os Incríveis, Ratatouille), foi o responsável pela direção de Missão Impossível: Protocolo Fantasma.

Como de costume a história se passa em vários lugares do planeta: Budapeste, Moscou, Dubai, Bombaim e Estados Unidos. Diferentemente dos filmes anteriores, a história conseguiu ganhar um fôlego novo com Ethan Hunt (Tom Cruise). O protagonista ficou ausente nos últimos anos e parece esconder algo que marcou sua vida. Parte para missões para esquecer o que lhe incomoda tanto. Aceita qualquer coisa, tanto que desta vez, a escolha da equipe não passou por ele. Jane (Paula Patton) se destaca pela ação, porém acrescenta beleza para as telas. Benji (Simon Pegg) age mais para o lado da tecnologia e quando vai a campo, proporciona a maioria das cenas cômicas. MISSION: IMPOSSIBLE - GHOST PROTOCOL

Paula-Patton-Ghost-Protocol-Mission-ImpossibleTodos empenhados em impedir que códigos de ativação de mísseis nucleares cheguem às mãos de pessoas que desejam fazer uma limpeza populacional no planeta. Brandt (Jeremy Renner) se mostra um assistente, entretanto é um agente bem experiente que entra para auxiliar a equipe de Hunt.

Uma das características principais dos longas é mostrar que tudo é possível, mesmo que as situações parecem cada vez mais impossíveis. A cena no maior prédio do mundo é simplesmente sensacional. A altura causa até vertigem para a plateia nas telas IMAX. As sequências aéreas de Ethan sempre foi um atrativo a parte.

MI: IV tem um tom sobrenatural na perseguição em plena tempestade de areia na mesma Dubai. A cena da maleta em um estacionamento com elevadores para carros vale destaque, o vai e vem instiga a cada frame. As músicas de Michael Giacchino enfatizam os suspenses e as partes cheias de explosões, como os filmes do gênero pedem para ser.

MISSION: IMPOSSIBLE - GHOST PROTOCOL

O longa não cai na ingenuidade da maioria das produções, um mérito dos roteiristas André Nemec e Josh Appelbaum, além claro de Brad Bird. O diretor desempenha bem sua função por sinal, uma prova que ele também consegue lidar com personagens de carne e osso.

Anúncios

Uma resposta em “MI: PROTOCOLO FANTASMA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s