O ESPIÃO QUE SABIA DEMAIS

tinker1o-espiao-que-sabia-demais-poster-8Um filme basicamente de diálogos, bem escritos por sinal, roteiro preciso e uma trama cheia de elipses com flashbacks. O Espião Que Sabia Demais é ambientada durante os anos finais da Guerra Fria e acompanha George Smiley (Gary Oldman), um dos cinco ocupantes dos postos mais altos dentro do Circus – a divisão de elite do Serviço Secreto Inglês – encarregado de descobrir quem, ali desse grupo restrito, é um agente duplo que por anos trabalhou para os soviéticos.

O elenco é de estrelas: Colin Firth, Tom Hardy, John Hurt, Stephen Graham, Roger Lloyd-Pack, David Dencik, Kathy Burke, Toby Jones e Benedict Cumberbatch. O roteiro é de Peter Morgan e a direção ficou por conta do sueco Tomas Alfredson. A trama é inspirada no livro homônimo do escritor John Le Carré.

Por serem coadjuvantes no conflito que quase culminou em uma Terceira Guerra Mundial, os britânicos encabeçam esse drama recheado de uma coreografia verbal. Gary Oldman está incrível, trabalho que lhe rendeu uma indicação ao Oscar (Uma das poucas justiças na edição desse ano).Tinker-Tailor-Soldier-Spy-0021-e1315917343223

Logo no início, George Smiley é desligado do serviço secreto. Sua aposentadoria seria calma e desfrutada em frente uma televisão. Porém, ele é recrutado novamente para descobrir quem é o traidor desse grupo seleto. Ele troca de óculos como se tivesse obtido um novo olhar para um mundo, uma visão que pode ajudar no encontro de respostas.

O longo tem poucas cenas que envolvem armas e afins. A palavra é o mote principal, as tomadas que poderiam ganhar mais ação dão lugar a suspensão de imagens ou um vazio, fato que intensifica o mistério dessa caçada entre gato e rato. Porém, não se surpreenda ao presenciar mortes no nível de O Poderoso Chefão.<img title="

Tinker, Tailor, Soldier, Spy

” style=”border-top: 0px; border-right: 0px; background-image: none; border-bottom: 0px; float: none; padding-top: 0px; padding-left: 0px; margin-left: auto; border-left: 0px; display: block; padding-right: 0px; margin-right: auto” border=”0″ alt=”

Tinker, Tailor, Soldier, Spy

” src=”http://lh3.ggpht.com/-0obw2Q4IH_k/Uof0zhYBFmI/AAAAAAAAGC0/wzKZPdjB_2Y/Tinker_Tailor_Soldier_Spy_thumb%25255B1%25255D.jpg?imgmax=800″ width=”529″ height=”404″>
As histórias paralelas entre os personagens auxiliam na construção da trama principal. A competente trilha sonora ficou por conta de Alberto Iglesias. O Espião que Sabia Demais é uma partida de xadrez, onde é preciso encontrar a peça certa para dar o xeque mate.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s