CARTAS A UM JOVEM POETA

BH_CartasALTA_016-689x1024Além de estar em 12 Homens e Uma Sentença e fazer parte do elenco do filme Tabu, prêmio da Crítica Internacional (FIPRESCI) do Festival de Berlim 2012, Ivo Müller segue em seu segundo ano em cartaz com Cartas a um Jovem Poeta. A partir do dia 3 de abril a peça poderá ser vista em nova temporada no Viga Espaço Cênico. Com adaptação e direção pelo próprio ator, o solo teatral é baseado em cartas, poemas e trechos das obras de Rainer Maria Rilke, o maior poeta de língua a alemã do século 20, nascido em Praga (1875-1926). 

A trama do espetáculo se desenrola a partir da correspondência entre o escritor e um jovem indeciso entre a carreira militar e a literária. A montagem trata de temas como a formação humana, a criação artística, a relação do homem com o divino e a solidão. As cartas são como passos, os rumos tomados por mestre e aprendiz, uma referência à mítica Jornada do Herói, de Joseph Campbell. Cartas3_foto_Betina_Humeres-1024x685

A ação se passa em um cômodo com janelas vazadas, metáfora da transição entre mundo interior e exterior, consciente e inconsciente, onde o escritor se depara com seus fantasmas e sua doença. O título leva o nome da obra mais conhecida do autor, Cartas a um Jovem Poeta, mas a adaptação teatral inclui trechos da correspondência com a escritora russa Lou Salomé, prosa, poesia e alguns textos recentemente traduzidos no Brasil, como O Testamento. Além das sessões, debates discutirão vida e obra de Rilke. 

“Foi um processo que durou em torno de três anos, sua obra me perseguia, uma jornada pessoal, um texto que precisa ser dito e com a temporada percebi que existe um grande público disposto a ouvir. Rilke tinha um caráter de alteridade, seu espírito era inquieto, as cartas foram escritas em países e cidades diferentes. Nunca passou um Natal duas vezes seguidas no mesmo lugar”, fala Müller. 

Caráter Cinematográfico e expressionista

Rilke influenciou obras dos escritores J.D. Salinger e W.H. Auden e do pianista Brad Mehldau. A atriz Marlene Dietrich e o filósofo Martin Heidegger recitavam de cor os seus poemas. Uma das áreas que mais se inspiram nesse poeta é o cinema. Frequentemente, ele é citado por personagens do cineasta Woody Allen, além de ser a fonte inspiradora de Win Wenders no filme Asas do Desejo (1987). 

Para compor a peça, Müller se inspirou no cinema russo de Moloch (1999), Taurus (2000), O Sol (2005), de Alexandr Sokúrov, e O Espelho (1975), de Andrei Tarkovsky. “Esses filmes trabalham com elementos metafísicos, além do lado mundano, buscam uma transcendência espiritual. Características marcantes de Rilke que foram incorporados na peça”, explica o ator.

foto-lenise-1O aspecto visual ganhou ares expressionistas com as pinturas da alemã Paula Modersohn-Becker, autora do mais famoso retrato do poeta Rilke, de 1905. A pintura à óleo enfatizou os sentimentos e as emoções que foram inseridos no jogo de luzes em cena. 

A trilha sonora ganha as melodias da música clássica de Gustav Mahler (1860-1911). “Procurei um conterrâneo do Rilke, ambos nasceram na Boêmia (atual República Tcheca), suas canções funcionam como um contraponto perfeito para o espetáculo”, fala Müller. 

cartas-ivo-vertical-blogO palco é cercado por bonecos que simbolizam fantasmas que o atormentavam com sua doença em seus momentos mais derradeiros, além fazer uma referência à manipulação das pessoas como marionetes. 

Ivo Müller revela que um dos momentos mais inspiradores para Rilke foi uma viagem com a intelectual Lou Salomé à Rússia. “A partir deste momento, ele toma contato com a obra de Dostoievski, um escritor que procura ir à fonte dos conflitos em suas histórias. Visitou a casa de Tolstoi que era frequentada por intelectuais, ou seja, foi um período enriquecedor”.

Sempre em Cena

Além de estar em cena com Cartas a um Jovem Poeta, Ivo Müller continua em cartaz com 12 Homens e Uma Sentença, no Teatro Tucarena. Espetáculo completou mais de 200 apresentações, é sucesso de público e crítica. Ele interpreta o jurado nº 12, um publicitário que fica em cima do muro no julgamento de um rapaz suspeito de um crime. 

“Teatro é uma arte diferente. É ótimo interpretar um personagem várias vezes, a cada sessão se descobre algo diferente, novas camadas aparecem, algo que me deixa ansioso para subir no palco sempre”.

CARTAS A UM JOVEM POETA – Texto: Rainer Maria Rilke. Adaptação e interpretação e direção: Ivo Müller. Codireção: Claudio Cabral. Supervisão: Arieta Corrêa. Iluminação: Davi de Brito e Vânia Jaconis. Figurino: Domingas Person. Trilha musical: da obra de Gustav Mahler. Contrarregragem, edição e operação de som: Daniel Becker. Fotos: Betina Humeres. Produção: Helena Sroulevich e Domingas Person. Realização: Caribe Produções e Lauper Films. Site: http://cartasaumjovempoeta.com.br :

PARA ROTEIRO:

VIGA ESPAÇO CÊNICO – Rua Capote Valente, 1.323 (Próximo ao metrô Sumaré) – São Paulo/SP Telefone: 3801-1843. Temporada: De 3 de abril a 30 de maio. Terças e quartas às 21h. Ingressos: R$ 30 e meia R$ 15. R$ 10 (Promoção e Grupos). Lotação: 74 lugares.Classificação: 12 anos Duração: 60 minutos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s