SHAME

shame_a_0shame_ver2_xlgOs olhos se cruzam de repente, chega uma hora que já nem é possível disfarçar. Ele com um olhar sério e focado, ela já deixa fugir um sorriso tímido e um pouco envergonhado, cruza as pernas de maneira provocante. A estação chega, a garota tem que descer, ele também se levanta, as portas se abrem, ela desaparece, sem deixar nenhum vestígio. Poderia ser um enredo romântico, na verdade o personagem de Michael Fassbender é um ninfomaníaco em Shame de Steve McQueen.

Brandon Sullivan é um homem bem sucedido, entretanto a falta de habilidade de lidar com os outros o leva a resumir sua vida somente em sexo. Ele vive tomando café ou sempre está com um energético na mão, nenhuma mulher escapa sob seus olhos. Porém, as garotas de programa ou as mulheres que ele conhece do nada estão entre as preferidas. Um encontro normal gera uma barreira para o protagonista, ele prefere até mesmo se masturbar no banheiro, seja de casa ou no trabalho.

shameEnquanto, o protagonista coloca suas coisas no devido lugar, sua irmã Sissy aparece de surpresa e pretende morar com ele, o que gera um caos em sua rotina. Apesar da distância, ambos têm como ponto em comum a solidão, mesmo quando estão em cia de outras pessoas. Até a conhecida New York, New York perde suas melodias alegres para ganhar uma tonalidade bem depressiva na voz da personagem de Carey Mulligan. Uma mulher que denuncia suas fraquezas ao mostrar as cicatrizes no pulso e o ímpeto de passar a faixa de segurança na estação de trem.shame-2011-movieEm certas partes, Steve McQueen apostou em planos longos, pensou na disposição da cena como um artista plástico, algo que deu ao filme tons vazios em algumas tomadas. Não se sabe a origem de toda essa melancolia em volta dos personagens. Eles tiveram um trauma na infância? Ocorreu algo na vida adulta?

Talvez o diretor queira deixar o público resolver essa questão, todavia mais informações e um pouco de objetividade deixariam a trama com mais estofo. Brandon  começa com um terno bem alinhado e uma boa postura, porém com o tempo vai se desfazendo com seu drama, solitário, pois nada grita mais forte que o silêncio. Vale destacar a performance de Michael Fassbender que está em um momento de efervescência ao atuar em várias produções. Um Método Perigoso de David Cronemberg é um exemplo, mas isso já é outra história.02SHAME-articleLarge-v2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s