A LOUCURA DE FARGO

tumblr_l7nhv3b61w1qze4yco1_500Uma cidade com uma temperatura inóspita, neve por todo o lugar. Praticamente, sem nenhuma alma viva por perto. Entre a brancura, eis que surge um pequeno ponto preto, que se constrói aos poucos até se materializar o carro. É Jerry Lundegaard (William H. Macy), o gerente de uma revendedora de automóveis em dificuldades financeiras. Um homem de aparência e ações comuns que resolve cometer um ato desesperador: ele contrata dois marginais Carl Showalter (Steve Buscemi) e Gaear Grimsrud (Peter Stormare) para sequestrar sua mulher. O personagem planeja ficar com o dinheiro do resgate que, imagina, será pago pelo sogro.

Em mais uma obra de Joel e Ethan Coen, a dupla coloca todos os ingredientes que os consagraram. Eles transformam um drama em uma comédia recheada de ironias. A mulher histérica tentando fugir dos sequestradores, o marido tentando fingir que está abalado, Carl é o engraçado e Gaear é o tipo de homem que está pronto para matar qualquer um se não conseguir sua panqueca. Apesar das risadas que todos proporcionam, o humor é negro.

Fargo_012Pyxurz

Nessa onda de personagens e crimes grotescos que deixam a neve vermelha de sangue, Marge Gunderson (Frances McDormand) é a policial que tenta encontrar as pistas e desvendar o quebra cabeça. A protagonista está grávida de sete meses, mas isso não é problema. Ela age como se fosse a coisa mais normal do mundo andar com uma barriga enorme a procura evidências entre os corpos espalhados em virtude do efeito dominó provocado por Jerry.

Apesar do frio de Fargo e do quente Texas de Onde Os Fracos Não Tem Vez, os dois universos estão próximos pelos dois protagonistas. Com hábitos simples de uma cidade do interior, Marge parece não acreditar que os assassinatos de seu caso provem de apenas uma fonte: dinheiro. O sotaque carregado e a vontade de ver um programa monótono à noite com o marido na cama não combinam com a realidade. No segundo filme, Ed Tom (Tommy Lee Jones) não entende a violência que paira na disputa entre Llewelyn Moss (Josh Brolin) e Anton Chigurh (Javier Bardem). O xerife era de um mundo que o homem da lei não necessitava de armas.Fargo_174PyxurzMais uma vez, os Coen usam sua ironia para zombar das frivolidades dos seres humanos. Um nonsense que – como Queime Depois de Ler – termina em tragédia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s