THE DARK KNIGHT RISES

versao-com-qualidade-22Dez2011_05versao-com-qualidade-22Dez2011Batman é um ícone dos quadrinhos, tem séries imperdíveis, ganhou adaptações para TV e cinema. Os longas de Tim Burton tinham toda aquela atmosfera obscura que o herói ficou conhecido. Depois vieram as produções de Joel Schumacher que deturparam a vida do homem morcego nas telonas.

A partir de 2005, Christopher Nolan recriou a jornada do personagem que estava órfão. Batman Begins vai a fundo nas raízes de Bruce Wayne, traz de volta a criação deste mito. Em 2008, The Dark Knight trouxe um vilão anárquico com o objetivo de mostrar a podridão das ruas de Gotham. O protagonista vai do céu ao inferno, onde permanece com a chegada do The Dark Knight Rises, uma conclusão de uma vida.

Bruce Wayne está recluso, está com o corpo e alma dolorida. A cidade está em tempos de paz, os herois não são mais necessários. A tranquilidade é inquieta e nebulosa, como se algo estivesse prestes a explodir a qualquer momento. A explosão vem com o nome de Bane (Tom Hardy).

Set-28Out2011_02Um homem que assusta pelo visual, com missão de pisar em todas as feridas abertas pelo Coringa de Heath Ledger. É ele que esfrega na cara da sociedade a verdade por trás do Cavaleiro Branco – Harvey Dent. Por mais que estejam em lados opostos, os antagonistas tem a mesma origem: A Liga das Sombras. Com o discurso que quer dar poder ao povo, Bane vira um ditador com ações de uma magnitude que extrapolam fronteiras. O Comissário Gordon (Gary Oldman) se encontra melancólico com segredos do passado, já John Blake (Joseph Gordon-Levitt) dá um fôlego novo ao enxergar além dos outros policiais.

Batman-06jul2012-06Nolan não entrega nada de graça na trama, porém não cria um complexo quebra cabeça que enfraquece o enredo. A história está na medida certa, confiante em suas bases. Assim como Christian Bale, é visível o amadurecimento do Batman. O único super herói sem poderes fantásticos, que demostra todas suas emoções. Ele precisa renascer, sair da obscuridade, se tornar o que era, o que sempre foi.

Alfred (Michael Caine) é um mentor, cada vez mais sábio, sabe que os movimentos de seu pupilo não são rápidos como antigamente, os tempos são outros, não é a toa sua preocupação. Lucius Fox (Morgan Freeman) também está alerta com suas palavras e com novos brinquedos como o Bat.  A Selina Kyle (Anne Hathaway) é ótima, sexy, acrobacias ágeis e precisas, todavia não supera Michelle Pfeiffer. Ao mesmo tempo, a sombra de Rachel Dawes persegue Wayne por onde quer que vá.

120718_MOV_Batman_EX.jpg.CROP.rectangle3-largeA luta final não tem nenhum artifício tecnológico, é uma briga de rua, o espectador escuta os socos, os ossos esmagados, Batman se torna um homem como qualquer outro, um confronto de bárbaros. Toda frieza e recursos surreais foram deixados de lado, o personagem coloca toda sua humanidade na força de seus braços e pernas, no olhar, na preocupação de uma iminente catástrofe.

Nolan não se rendeu ao 3D, manteve fiel a estética do primeiro filme. Frases ditas em Batman Begins se encaixam perfeitamente com o desfecho da trilogia, tudo está conectado. Um filme que encerra uma vida do homem morcego nos cinemas. Está longe de ser um dos melhores de todos os tempos, nem vai se tornar. Contudo, é uma das melhores adaptações de quadrinhos para as telonas.

the-dark-knight-rises-movie-review_181809_g

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s