COMEDIA²

planes-trains-automobiles-originaltrading_places_72Filmes de dupla oitentista sempre foram sucessos, desde as ações policiais às comedias. John Hughes e John Landis eram símbolo dessa onda na área cômica, ambos os diretores são responsáveis por boa parte dos melhores longas dessa época. Além de personagens e situações hilárias, as tramas unem reflexão e entretenimento, não são antagônicas como boa parte das produções atuais.

Trocando as Bolas (1983), de John Landis, se encaixa bem nesse quesito. O mendigo Billy Ray Valentine (Eddie Murphy) e o empresário Louis Winthorpe III (Dan Aykroyd)  levam suas vidas de maneiras totalmente opostas até se esbarrarem peça rua. Nesse trajeto, dois corretores milionários, Randolph Duke (Ralph Bellamy) e Mortimer Duke (Don Ameche), decidem descobrir qual é o fator preponderante que determina o sucesso de uma pessoa. Um acredita que é o genético, o outro acredita que seja o meio em que vive. Para obter as respostas, eles decidem fazer uma aposta envolvendo um experimento social trocando os dois protagonistas de posição.

TradingPlaces_97361247748_4a88222v8frgBilly Ray troca as ruas e os golpes para a vida de negócios, enquanto Winthorpe vai para o fundo do poço com a pobreza. A trama é inspirada no livro O Príncipe e o Mendigo (1881), de Mark Twain.

O capitalismo desenfreado, a loucura das Bolsas e o dinheiro estão pauta nessa comedia, além mostrar a importância da informação que pode gerar mundos e fundos. Destaque para o “milagre” da cura da cegueira de Eddie Murphy e a prisão de Dan Aykroyd.

Os dois atores protagonizam cenas bem engraçadas e promovem um leque cheio de armações para se beneficiar.6xsiEJá em Antes Só do Que Mal Acompanhado (1987), de John Hughes, Neal Page (Steve Martin) é um publicitário que decide voltar de avião de Nova York para Chicago, para passar o Dia de Ação de Graças com sua família.  No entanto, em seu caminho de volta para casa ele esbarra com Del Griffith (John Candy), um vendedor de anéis de cortina, que transformará a viagem em um verdadeiro inferno.

O personagem de Steve Martin é um homem metódico, sempre com um terno alinhado, faz qualquer função de forma calma para não haver nenhum imprevisto. O papel de John Candy é completamente o oposto, nada é simples. Tudo que lhe pertence é extravagante da bagagem à própria personalidade. Transforma o banheiro em um lugar inabitável com toalhas e água espalhadas por todo lugar, faz sons estranhos antes de dormir, deixa rastro de comida e cigarro por onde passa, sem contar que adora uma piada ou uma história nos momentos mais inoportunos. O embate entre os dois é o maior destaque nessa espécie de road movie que passa por avião, trem, carro e um longo percurso a pé.planestrainsandautomobiAs cenas antológicas são várias: a disputa para achar um táxi em uma corrida entre Steve Martin e o novato Kevin Bacon; o discurso magoado de Del com o “You Wanna Hurt Me”; a interpretação insana de Mess Around -de Ray Charles – por John Candy pilotando o carro ao mesmo tempo. Uma comedia de alto calibre que revela aos poucos outra história escondida para o expectador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s