CONVERSAS COM KUBRICK

42142490_730Neste livro, o grande crítico francês Michel Ciment faz o mais completo compêndio crítico da obra do recluso cineasta Stanley Kubrick, unindo textos analíticos a entrevistas e depoimentos do próprio diretor e de seus colaboradores. Seu objetivo, plenamente atingido, é o de mostrar a coerência estética e filosófica por trás de obras aparentemente tão díspares como 2001 e O

iluminado, Lolita e Laranja mecânica, Barry Lyndon e Nascido para matar. Em todos eles vibram as tensões entre razão e instinto, ciência e arte, amor e morte que caracterizam a filmografia de um dos grandes artistas do século XX.

Trata-se de uma obra definitiva sobre o cineasta, cuja primeira edição saiu na França, em 1980. Além das conversas de Kubrick com o autor, o livro traz depoimentos de profissionais que trabalharam com o diretor, como Malcolm McDowell (o Alex de Laranja mecânica), Shelley Duvall (atriz de O iluminado), e Jack Nicholson (O iluminado). Completam o texto filmografia e bibliografia detalhadas, ilustradas por 50 fotos de cena. O texto saboroso tece análises precisas e reveladoras de seus treze filmes. Esclarece algumas intuições do leitor a respeito da obra do diretor e amplia a percepção sobre a sua pessoa, personagem recluso que concedeu poucas entrevistas ao longo da vida. Além de extremamente cuidadoso com todas as etapas da produção cinematográfica, bom fotógrafo – seu primeiro emprego foi como fotojornalista da revista Look – e pesquisador detalhista, Kubrick era muito politizado, culto e amava jogar xadrez.

Sobre o autor

O francês Michel Ciment (1938-) é crítico de cinema e cofundador da revista Positif, que circula desde 1952. Esta revista é um contraponto da famosa Cahièrs du Cinéma, fundada em 1953. Enquanto esta ficou conhecida como o veículo da nouvelle vague, defensora do cinema realista e de autor, os críticos da Positif, por sua vez, julgavam ingênuas as ideias de que a montagem interferia na realidade do cinema e eram a favor da manipulação da imagem.

« Esta edição definitiva do livro de Michel Ciment é uma fonte de informação inestimável. » Martin Scorsese

« Sem dúvida nenhuma o livro definitivo sobre Kubrick : podemos esperar o melhor. Com seu conhecimento enciclopédico do assunto e a precisão do seu olhar, Michel Ciment explora e expõe cada aspecto do trabalho desse gigante do cinema. Ele é também tão preciso quanto o próprio Kubrick, o que é quase impossível. » Sidney Pollack

« Michel Ciment nos dá um presente : um estudo vibrante e aprofundado da obra de Stanley Kubrick. A extensão de sua erudição combinada à sua paixão pelo cinema nos revelam os segredos da sétima arte. » Elia Kazan

« A melhor obra sobre esse grande encenador. Graças a ela, penetramos no coração de um método de trabalho único no cinema. Uma mistura apaixonante de entrevistas e análises. » JoelCohen

COSAC NAIFY E MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA

Aleksandr Sokúrov [org. Alvaro Machado]

Pier Paolo Pasolini [Maria Betânia Amororo]

O anticinema de Yasujiro Ozu [Kiju Yoshida]

Abbas Kiarostami [Abbas Kiarostami e Youssef Ishaghpour]

Amos Gitai [Amos Gitai e Serge Toubiana]

Manoel de Oliveira [org. Alvaro Machado]

O cinema político italiano – anos 60 e 70 [entrevistas de Angela

Prudenzi e Elisa Resegotti]

A rampa [Serge Daney]

Meu último suspiro [Luis Buñuel]

À espera do tempo – Filmando com Kurosawa [Teruyo Nogami]

Conversas com Scorsese [Richard Schickel]

Tarkóvski – Instantâneos [Andrei Tarkóvski]

Conversas com Kubrick [Michel Ciment]

Eduardo Coutinho [org. Milton Ohata]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s