DIRTY HARRY

maxresdefault (1)A ação física aparece logo na primeira sequência quando uma arma é apontada na tela, a espera da primeira vítima que é atingida em uma piscina. O ritmo acelerado de cada cena e a música de Lalo Schifrin criaram uma dinâmica que dispensa diálogos nos primeiros minutos e termina com Harry Callahan (Clint Eastwood) refazendo o caminho do atirador, o que já evidencia sua cabeça fria e calculista assim como a do próprio psicopata. Dirty Harry é mais uma parceria de Clint com um de seus mestres: Don Siegel.

Eastwood se consolidou com sua saga da trilogia dos dólares e como ícone do western. Dessa vez, seu senso de justiça e habilidade com armas trocaram a areia do deserto pelo cimento da cidade. Um dos embates mais fortes do longa fica por conta da ética e da lei. Um governo e uma polícia que resolvem negociar e pagar um serial killer ao invés de acabar com o problema.

maxresdefault

Essa questão entra em desacordo com o pensamento de Dirty Harry. Um homem que define bem o que é certo ou errado, não se encaixa no padrão dos “direitos humanos” e da burocracia de um mundo cada vez mais enlouquecido. Callahan é um rascunho do que seria Walt Kowalski em Gran Torino ou Frankie em Menina de Ouro. Uma amargura que se arrasta em seus personagens.DirtyHarry1

dirty-harry-wallpapers_26484_1280x960A sequência do assalto ao banco mostra que o negócio do protagonista é trabalhar sozinho, seus parceiros não conseguem acompanhar seu ritmo de resolver as coisas doa a quem doer. Com seis tiros e uma calma para comer um cachorro quente, o personagem ganha o tom fantasmagórico que marcou o ator nos tempos do faroeste. Outro destaque fica por conta do jeito que Harry surge para pular em um ônibus em movimento. Cena digna do pistoleiro sem nome. As sombras e a escuridão principalmente na cena da troca de dinheiro com o psicopata Scorpio enfatizam o clima de suspense característico de Don Siegel.

Assim como em outra parceria da dupla, Fuga de Alcatraz, onde Frank Morris some da mesma maneira como surge em cena em um piscar de olhos. Nem uma selva de pedra ou uma prisão no meio do mar é capaz de deter o espírito solitário de Clint Eastwood. Um homem maior que o Estado, a Polícia ou quaisquer instituição.

escape-from-alcatraz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s