O LOBO DE WALL STREET

0302Conhecemos de cara um longa de Martin Scorsese. E O Lobo de Wall Street não poderia ser diferente. É um filme de gângster, não no sentido que estamos habituados pela filmografia do diretor, mas a intenção é a mesma, proporcionar para sua própria vida o que o Estado não consegue te oferecer, no caso muito dinheiro para o bolso de Jordan Belfort e cia. A ascensão e queda do personagem de Leonardo DiCaprio é bem similar que a de Henry Hill (Ray Liotta) em Os Bons Companheiros (1990). As narrações em primeira pessoa para explicar como era aquele mundo da Stratton Oakmont lembram as do clássico Cassino (1995).

O novo trabalho do diretor cinéfilo mostra a vida de Jordan Belfort, um homem que trabalhou duro em uma corretora de Wall Street, seguindo os ensinamentos de seu mentor Mark Hanna (Matthew McConaughey) durante seis meses. Quando finalmente consegue ser contratado como corretor da firma, acontece o Black Monday, que faz com que as bolsas de vários países caiam repentinamente.

07

Sem emprego e bastante ambicioso, ele acaba trabalhando para uma empresa de fundo de quintal que lida com papéis de baixo valor, que não estão na bolsa de valores. É lá que Belfort tem a ideia de montar uma empresa focada neste tipo de negócio, cujas vendas são de valores mais baixos, em compensação, o retorno para o corretor é bem mais vantajoso. Ao lado de Donnie (Jonah Hill) e outros amigos dos velhos tempos, ele cria a Stratton Oakmont, uma empresa que faz com que todos enriqueçam rapidamente e, também, levem uma vida dedicada ao prazer.

Definitivamente, Leonardo DiCaprio se tornou um ator fetiche de Martin Scorsese. Entrou na lista seleta do diretor como Robert De Niro e Joe Pesci. No total, participou de cinco filmes com o diretor: Gangues de Nova York (2002) mostrou os alicerces que formou a América; O Aviador (2004) revela a vida e a megalomania de Howard Hughes; Os Infiltrados (2006) trazia mais um recorte sobre o mundo dos gângsters; e A Ilha do Medo (2010) nos deixava em um impasse sobre o que era verdade ou ficção. Todos os longas são protagonizados por DiCaprio que revelou uma versatilidade e evolução até atingir o ápice como Jordan Belfort.

01 (1) 05

O filme é exagerado, bastante mesmo nessa questão. Entretanto, a vida de Jordan Belfort fugia dos padrões mundanos. A montanha de dinheiro era proporcional ao número de prostitutas, drogas, sexo sem compromisso, não existia limites. Brincadeira com anões, gastar milhões em apenas um fim de semana em Las Vegas, tudo isso era realidade para o lobo e sua alcateia.

Esse é o trabalho mais engraçado de Scorsese, uma das cena de mais destaque fica por conta de Belfort totalmente drogado, que se rasteja pelo chão, dirige e ainda tenta salvar seu amigo Donnie, completamente high e quase morrendo engasgado. Simplesmente hilário, humor físico semelhante a um desenho animado como Popeye que também aparece na tela ao mesmo tempo.

01Nessa fase da carreira, uma das constantes de Martin Scorsese são a ascensão e queda de seus personagens, independentemente do meio em que vivem. O protagonista fala com a câmera, tenta explicar como funciona o esquema, mas na verdade ele desiste, pois não precisamos entender. O negócio é transformar o irreal em lucro absurdo, não existe razão, lógica ou qualquer coisa do tipo. Por mais que o mundo de Belfort seja alvo de críticas, qualquer ser humano deseja uma ascensão fulminante, até mesmo o agente do FBI que volta para casa de metrô. O problema é a queda que fica entre a dualidade do bem e do mal do homem. É o drama psicológico que Scorsese captou da vida e levou a fundo para seus personagens, que não possuem uma definição clara de herói ou vilão, na verdade eles são as duas coisas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s