SOB O DOMÍNIO DO MEDO

straw-dogs-dustinSam Peckinpah é o poeta da violência, soube como poucos colocar esses momentos na câmera, sempre questionando o tempo e o homem em sua história. Não é diferente com Sob O Domínio do Medo (1971), uma de suas obras máximas com  uma atuação visceral e insana de Dustin Hoffman.

Na trama, o matemático americano David Sumner e sua esposa inglesa Amy Sumner (Susan George) resolvem se mudar para uma pequena cidade do interior. Logo David se envolve com um grupo de valentões da região e começa ver que sua vida não será fácil nesse novo lugar.

O casal está em um pequeno vilarejo que de pacato não tem nada. Logo na primeira cena, fica explícito certa tensão com um dos moradores que conhecem Amy Sumner, uma mulher que mostra uma sensualidade e é o oposto do personagem de Dustin Hoffman.peckinpah straw dogs hoffman swing

1971 Straw dogs - Perros de paja (ing) 03David Sumner é um cara metódico, o homem dos números, contra o caos, tudo se encaixa perfeitamente em seu mundo, nada está fora do lugar. Por isso existe um conflito com sua esposa, que não tolera seu lado pacífico, nem suas fórmulas gigantes na lousa. Ela o provoca mascando chiclete, com suas palavras, não usa sutiã, ela quer um homem pragmático que faça acontecer.

O diretor é polêmico, principalmente na cena de estupro envolvendo a personagem de Susan George. A sequência é uma mistura brutalidade e horror, além da vontade de ficar com o seu namorado da juventude Charlie Venner (Del Henney). É uma dualidade difícil de entender e do espectador se posicionar de forma clara, principalmente em função da repulsa dessa sequência. Charlie é um dos chefes do bando que tem um histórico de oligarquia na pequena cidade já com seu pai Tom Hedden (Peter Vaughan). Eles aprontavam sem parar com David, que nunca saiu de sua postura fria e calculista.

large_straw_dogs_blu-ray_4x

O ápice fica por conta de uma festa com todos da cidade presente. Amy se sente mal, David a leva embora e luta com uma neblina extremamente forte no caminho. A cena é como se os personagens tivessem adentrando em outro mundo, onde a verdadeira personalidade do papel de Dustin Hoffman está prestes a se revelar. No trajeto, eles atropelam sem querer Henry Niles (David Warner) e resolvem ajudá-lo. O problema que esse homem é um desafeto dos chefões do vilarejo, tem problemas mentais e possui uma queda por garotas mais novas em seus antecedentes.

Ao chegar em casa, David precisa cuidar do ferimento de Henry e cuidar para que o bando não invada sua residência e acabe com Niles e todos que tiverem em sua frente, inclusive ele e sua mulher. O local vira uma fortaleza devido a forte construção e ao enclausuramento.

968full-straw-dogs-screenshotApesar de se passar na Inglaterra, o longa dialoga bem com a insanidade cinematográfica dos anos 70 nos Estados Unidos, ainda mais em um período pós-assassinatos de Bobby Kennedy e Martin Luther King. O personagem de Dustin Hoffman procurava a passividade para evitar sua verdadeira natureza, que só ele conhecia. Afinal, ele veio de um lugar onde os esfaqueamentos, bombas, matanças está fora do controle.

Seu olhar, seus gestos, tudo muda, a proximidade com Henry parece que fez com o protagonista absorvesse um pouco da loucura. Tornou-se um vingador sem limites que expurga todo seu ódio de uma vez, já acumulado desde o início do filme. De herói, David caminha pela trilha do anti-herói, onde até sua esposa demostra estranheza e não acredita no que seu marido se transformou. Anteriormente , na fotografia predominava luz e claridade, agora só resta a escuridão, o lado do bem e do mal unidos em uma persona, assim como qualquer ser humano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s