É TUDO VERDADE 2014

festival-e-tudo-verdade-2014-destaque-ambrosiaO É Tudo Verdade 2014 – 19º Festival Internacional de Documentários apresenta uma seleção de 77 títulos, vindos de 26 países. Destes, 19 produções farão sua première mundial. Em São Paulo, o público poderá acompanhar o mais importante evento dedicado exclusivamente à produção não-­‐ficcional na América Latina entre os dias 03 e 13 de abril.    No Rio, simultaneamente, entre 04 e 13. Em Campinas, de 22 a 24 de abril; em Brasília de 30 de abril a 04 de maio e em Belo Horizonte de 24 a 27 de julho.

A programação de 2014 se destaca pelo ineditismo: dos sete longas brasileiros em competição, seis são de diretores que nunca participaram do festival. Já entre os estrangeiros, 11 dos 12 diretores são estreantes na mostra competitiva.

democracia-preto-e-branco-boadiversao_17132O vencedor da competição brasileira de longas e médias-metragens levará o prêmio de R$ 110 mil, além de um troféu criado por Carlito Carvalhosa. Já o curta-metragem vencedor terá um prêmio de R$ 10 mil e o troféu É Tudo Verdade.

A seleção inclui ainda uma retrospectiva da diretora brasileira Helena Solberg e uma do diretor japonês Shohei Imamura. Um dos seguidores de Imamura, Yoju Matsubayashi, virá ao Brasil para conversar com o público.

a_familia_de_elizabeth_teixeira

Duas homenagens especiais a cineastas brasileiros acontecem em parceria com o Instituto Moreira Salles (IMS). A obra de Eduardo Coutinho (1933-­‐2014) será celebrada com a exibição de Sobreviventes da Galileia, que mostra o retorno de Coutinho a Galileia quase 30 anos após o lançamento de Cabra Marcado para Morrer e, de A Família de Elizabeth Teixeira, que mostra a personagem central de “Cabra” agora com 88 anos. Ambos os filmes, realizados como extras para a edição em DVD de “Cabra Marcado para Morrer” que será lançado pelo IMS em 29 de março, serão exibidos pela primeira vez em São Paulo.

A fotografia que compõe o material de divulgação é obra de Haruo Ohara, fotógrafo que dedicou a registrar a vida nas fazendas de imigrantes japoneses em São Paulo e no Paraná. Um curta-metragem sobre sua vida, de Rodrigo Grota, será exibido no festival.

um-homem-desaparece-02

“É um ano de descobertas”, afirma Amir Labaki, fundador e criador do festival. “Nada menos que seis dos sete longas nacionais concorrentes são dirigidos por realizadores que nunca disputaram o festival. Também todos menos um (Alex Gibney) dos diretores na competição internacional de longas concorrem pela primeira vez. Além disso, também as retrospectivas trazem uma marca extra de ineditismo, com a primeira dedicada a uma cineasta brasileira, Helena Solberg, e também a primeira a um cineasta oriental, Shohei Imamura”.

Confira toda a programação no http://itsalltrue.com.br/br/home

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s