SAMURAI 6X1

13ass09

13 Assassinos (1963) De Eiichi Kudo. Com Chiezo Kataoka e Kantaro Suga.

A trama de Eiichi Kudo mostra o Lorde Naritsugu, que comete todo tipo de crueldade. A cena de estupro traz um trabalho de câmera que enfatiza ainda mais o horror da ação, cria um verdadeiro mal – estar e uma atmosfera de pesar em cena. O vilão permanece impune até que 13 assassinos são contratados para detê-lo.

Em tempos de paz, o longa revela a deterioração do imperador e dos clãs. A armadilha dos samurais para aprisionar o lorde é magistral. Um pequeno vilarejo vira uma verdadeira arapuca para aprisionar todos, inclusive os samurais leais do imperador. A câmera na mão revela o desespero nessa clausura que envolve os personagens.

A-lança-ensanguentada-04

A Lança Ensanguentada (1955) De Tomu Uchida. Com Chiezo Kataoka e Teruo Shimada.

O longa de Tomu Uchida é uma espécie de road-movie chambara.A história traz jovem samurai beberrão que viaja com seus dois servos pela estrada de Tokaido, rumo a Edo (atual Tóquio), encontrando uma série de personagens e suas tramas.

A comédia é uma das características principais. Mais um registro crepuscular dos samurais.  A lança outrora símbolo imponente vira apenas mais um instrumento.  Contudo, a cena final traz a lealdade de um samurai,  mesmo que seu chefe perca para uma dose de saquê. 

samurai_rebelion1Rebelião (1967) De Masaki Kobayashi. Com Toshiro Mifune e Tatsuya Nakadai.

Obra-prima de Masaki Kobayashi (“Harakiri”), um dos maiores diretores japoneses. Toshiro Mifune interpreta um samurai que se revolta contra a tirania do senhor feudal de seu clã. Prêmio da Crítica Internacional do Festival de Veneza. Obra-prima.

Saiba mais em Os Imperdoáveis Samurais

three_outlawTrês Samurais Fora da Lei (1964) De Hideo Gosha. Com Tetsuro Tamba, Isamu Nagato

O filme de Hideo Gosha coloca em cena três ronin que se envolvem em uma rebelião de camponeses contra um magistrado corrupto. Na verdade,  um samurai andarilho, um prisioneiro e um que larga o clã em função dos menos favorecidos.  Um flerte bem forte com o faroeste spaghetti e protagonistas sem destino e sem rumo,  terminam como começaram.

61hUezTtioL._SL1024_Os Sete Rebeldes (1968) De Kihachi Okamoto. Com Tatsuya Nakadai e Etsushi Takahashi.

A obra de Kihachi Okamoto mostra um ex-samurai e um camponês que se envolvem em um perigoso conflito dentro de um clã. Uma mistura de ação e humor, com influência do faroeste spaghetti.

Mais um exemplo de da dissolução do mundo samurai.  Um ronin que passa fome, um camponês que deseja se tornar samurai,  que também passa fome. Uma antítese com o mesmo destino. A astúcia do personagem de Tatsuya Nakadai o faz navegar pelos dois lados da trama, assim como Yojimbo e o célebre Por um Punhado de Dólares.

shinoda-assassinationAssassinato (1964) De Masahiro Shinoda. Com Tetsuro Tamba, Eiji Okada.

O longa de  Masahiro Shinoda, um dos expoentes da Nouvelle Vague japonesa. A história se passa em 1863, quando navios de guerras americanos aportam no Japão, um dilema que expõe a rixa entre o xogunato e o império sobre a abertura do país.

Nesse contexto, samurai se torna a figura chave no complexo jogo de poder e interesses. A dualidade de suas culmina em um homem que nunca sabemos o que ele é de verdade. Seria um assassino de um policial? Um criminoso frio e calculista? Qual realmente seu lado? Um homem amado ou que forçava uma mulher a amá-lo?

Por meio de flashbacks tomamos contato com a história fragmentada desse ronin. Sempre com a ótica de terceiros.

Os belos planos sequências deixam os duelos ainda mais juntamente com os enquadramentos. Tudo conspira para um enigma e uma resposta concreta que dificilmente vamos encontrar.

A sequência final é uma aula de cinema. A câmera fica em primeira pessoa, somos inseridos definitivamente na trama. Seguimos o personagem principal até um assassinato. Aí que está o xeque mate de Shinoda,  estamos na mente do responsável pelo crime,  como se tivéssemos cometido o assassinato. Até a câmera revelar o antagonista,  congelando a imagem em um ato final.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s