O FRANCO-ATIRADOR

deerhunterbdcap6_original

A obra de Michael Cimino é um filme sobre a Guerra do Vietnã, todavia não espere batalhas épicas, onde o soldado faz o impossível para vencer seu oponente e se tornar um herói. Em O Franco-Atirador (The Deer Hunter) se enfatiza o lado psicológico da guerra, antes, durante e depois do conflito.

Na trama, os amigos Michael (Robert De Niro), Steven (John Savage) e Nick (Christopher Walken) são operários de uma fábrica na Pensilvânia – localizada em Clairton, uma comunidade russa – que se alistam nas forças armadas para lutar na Guerra do Vietnã. Eles se despedem da família e dos amigos na festa de casamento de Steven e partem para a batalha.

13

A metade do filme praticamente é só de festejos, os operários zoam entre si, copos no ar, danças, muitas bebidas e gritos de felicidade.  Essa atmosfera positiva esconde o verdadeiro sentimento por trás dessas ações. Uma amargura e um descompasso explícito na relação de olhar do trio protagonista que decide fazer um brinde, pela primeira vez parece que todos têm a noção que logo irão para um campo de batalha.

Outro indício revelando que o pior estaria por vir fica por conta de Steven e sua noiva que bebem um vinho e a câmera foca na gota vermelha que cai no vestido branco, um indício que o profano iria desestabilizar a harmonia. Mais uma vez, o belo poder da imagem em uma obra cinematográfica.

large_the_deer_hunter_blu-ray_11

Logo somos jogamos para as selvas e o calor do Vietnã, onde os amigos são capturados e passam por torturas físicas e psicológicas. Os vietcongues resolvem fazer uma roleta russa com seus prisioneiros para passar o tempo e gerar apostas. As cenas realmente são de pura aflição e recheadas de morbidez, o cativeiro é uma jaula dentro do rio, onde estão até ratos. Cada click das armas geram um mal estar e um clima tenebroso, os soldados estão entregue a própria sorte.

Se fosse um filme hollywoodiano qualquer, eles escapariam ilesos e predominaria o sentimento do heroísmo. Eles definitivamente escapam, contudo a guerra os marcariam profundamente até o fim dos dias. Quando uma festa gigante é preparada para o retorno de Michael, ele decide passar direto com o táxi. Não existe glória, somente dor e desolação.

h9LdOaW

God Bless America é entoada no final, mas não no sentido de uma nação fortalecida e orgulhosa, a sensação é completamente outra. Deu tudo errado no American Way of Life, assim como a amizade do trio, a nação se afundou. Todo esse efeito dominó pode ser resumido com a frase que sela Os Imperdoáveis: “Matar um homem é algo terrível, você tira tudo o que ele tem e o que ele poderia ter um dia”.

Aquela atmosfera festiva do início do filme é tomada pela realidade, pela escuridão da fotografia, a cor preta predomina. Antes ninguém queria comentar como seria entrar em uma guerra, agora também não querem falar sobre o que aconteceu no conflito. O Franco-Atirador é um filme que se comunica e transmite toda e qualquer sensação pela imagem. Assim como todo cinema deveria ser.

the-deer-hunter-christopher-walken-and-robert-de-n1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s