MOSTRA EASY RIDERS

taxi1A partir de 21 de janeiro, a Mostra Easy Riders – O Cinema da Nova Hollywood reúne, no CCBB SP, os filmes mais significativos do movimento “Nova Hollywood” – a renovação do cinema americano entre as décadas de 1960 e 1970.

Além de exibir os longas mais importantes da Nova Hollywood, como O Poderoso Chefão, Easy Rider e Tubarão, a mostra traz também os filmes que tiveram importância decisiva na cultura e na indústria de cinema americana, tais como Halloween.

A curadoria feita por Paulo Santos Lima e Francis Vogner dos Reis selecionou filmes com os quais muitos jovens diretores impuseram sua marca ao abordar temas tabus por meio de instigantes formas narrativas e, assim, conseguiram um lugar de destaque no cinema moderno mundial, além de influenciaras últimas quatro décadas do cinema que surgiu em seguida.

tumblr_m8iftgdxle1qlvbxlDas produções mais representativas desse período, tais como os já citados sucessos Tubarão, de Steven Spielberg, e O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola, além de trabalhos mais raros (alguns inéditos no Brasil), porém fundamentais para o cinema moderno, 23 filmes serão exibidos em 35 mm e sete, em versão digital.

Na programação da mostra, produzida pela Enquadramento Produções, estão inclusos debates nas três cidades com os curadores e com críticos de cinema, autores de ensaios que constam do catálogo do evento.

fondahopperNova Hollywood

Nos últimos anos, em virtude do lançamento de livros como Cenas de uma revolução – O nascimento da Nova Hollywood, do jornalista Mark Harris, e Como a geração sexo, drogas e rock n’ roll salvou Hollywood, de Peter Biskind, o termo “Nova Hollywood” se oficializou como a definição mais satisfatória da virada moderna do cinema norte-americano.

A Nova Hollywood é um fenômeno extremamente significativo a’ história do cinema, tanto pelo que representou como modernização cinematográfica norte-americana quanto pelos cinemas que surgiriam a partir dali, nos EUA e no resto do mundo, a exemplo da produção asiática.

large_godfather1_1

f3a3a63a79eb1831b0a2776bfd20d838Nessa experiência, a indústria americana se reinventou com novos temas e novas formas, entre a segunda metade dos anos 60 e a primeira metade dos anos 70, por meio de cineastas – como, por exemplo, Martin Scorsese, Francis Ford Coppola e Brian De Palma – oriundos das universidades e influenciados pelos novos cinemas europeus.

Nesse mesmo período, houve uma crescente influência estética das obras off-Hollywood: os filmes B (como Nasce um Monstro de Larry Cohen) e os independentes (como Os Maridos, de John Cassavetes). Esses filmes e sistemas alternativos de produção dos anos 50 ajudaram a forjar o novo cinema americano e um novo modelo de produção que abrigou a indústria e suas superproduções (como as de Lucas e Spielberg), o  cinema independente (que tem Cassavetes como patrono) e também aqueles cineastas que se dividiam entre as grandes e pequenas produções (tais como Coppola e De Palma).

Confira a programação clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s