THE UNTOUCHABLES


brian-de-palma-the-untouchablesKevin Costner, Sean Connery, Andy Garcia, Robert De Niro, um elenco de estrelas. Mas, a batuta de Brian De Palma não lida com cast estrelados, lida com atores em primeiro lugar e com seu lado artesanal ao fazer cinema. Desta vez, O diretor não trabalha com as neuras, críticas à sociedade e a indústria como é de costume em sua filmografia, contudo na tela estão todas as suas qualidades em Os Intocáveis (The Untouchables, 1987).

a68O longa se passa na Chicago de 1930, onde vigora a Lei Seca, Eliott Ness (Kevin Costner) organiza um grupo de policiais formado por Jim Malone (Sean Connery), Oscar Wallace (Charles Martin Smith) e George Stone (Andy Garcia) – que tem a identidade italiana escondida Giuseppe Petri. Eles têm como objetivo combater Al Capone (Robert De Niro) e sua quadrilha de gângsters.
the-untouchables-sean-connery-and-kevin-costner-1A mobilidade e a inquietude da câmera de Brian De Palma provoca o espectador e cria uma atmosfera de suspense. O mundo de Al Capone é centralizado e estilado nas sequências. O lado marginal está no centro das atenções, todos sabem e conhecem, porém nada se faz. Já os responsáveis pela lei vivem à surdina e em frangalhos.

18-the-untouchables-screen

O filme tem cenas memoráveis como o encurralamento na entrega de bebidas em uma ponte. A cilada contra Jim Malone (Sean Connery) na própria casa traz um vaivém da câmera e nos coloca em um labirinto. Somos surpreendidos como o ladrão na cena, a ação se torna a armadilha da armadilha. A música de Ennio Morricone evidencia um clima operístico e de duelo de faroeste, dialoga bem com o trabalho de câmera de Brian de Palma.
maxresdefaultA sequência da Union Station é uma overdose cinematográfica em relação ao poder sem precedentes da imagem. A missão é evitar que uma testemunha-chave para incriminar Capone escape. A expectativa da chegada do bando de gângsters e a dificuldade de uma mãe de levar um carrinho de bebê nas escadarias criam uma dilatação do tempo. É claro a citação ao clássico O Encouraçado Potemkin (1925), de Serguei Eisenstein. Todavia, o fim reserva uma felicidade diferentemente do que ocorre das escadarias de Odessa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s