APRESENTAÇÕES ESPECIAIS NA 39ª MOSTRA

TheWitchDickieFILME LIMITE

Também na Cinemateca Brasileira, no dia 28 de outubro, será exibido o filme Limite, de Mário Peixoto, um clássico de 1931, em cópia restaurada pela The Film Foundation. A obra será seguida por um debate entre a diretora da The Film Foundation em Nova Iorque, Margaret Bodde (Nova Iorque), e Walter Salles.

EXIBIÇÕES COM APRESENTAÇÃO DA ORQUESTRA SINFÔNICA DE HELIÓPOLIS

Nesta 39ª edição da Mostra, a Orquestra Sinfônica de Heliópolis ganha duas apresentações especiais em diferentes momentos do calendário do evento. Além da apresentação ao ar livre na área externa do Auditório Ibirapuera, que ocorrerá no dia 31/10, acompanhando a exibição do filme Meu Único Amor, a orquestra também fará uma performance após a exibição do filme Tudo Que Aprendemos Juntos, de Sérgio Machado, que conta justamente a história de formação desta orquestra. A exibição do filme seguida pela sinfônica será na Sala São Paulo, no dia 3 de novembro.

SAIBA TUDO DA MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO

encarnacao-1EXIBIÇÃO DO FILME TUDO QUE APRENDEMOS JUNTOS EM HELIÓPOLIS

Em parceria com a SPCine, a Mostra fará uma projeção do filme Tudo Que Aprendemos Juntos, de Sérgio Machado, em Heliópolis. A exibição ocorrerá no dia 07 de novembro, durante a Repescagem da Mostra, e será seguida de uma apresentação musical.

FILMES DE TERROR NA MADRUGADA DO DIA 30 PARA 31 DE OUTUBRO

Lembrando o Dia das Bruxas, que é celebrado no dia 31 de outubro, a Mostra irá exibir os filmes de terror Túmulos e Ossos (Grafir & Bein), de Anton Sigurdsson, e A Bruxa (The Witch), de Robert Eggers, na madrugada do dia 30 para o dia 31 de outubro, no Cinearte.

SÉRIE ZÉ DO CAIXÃO

No dia 29 de outubro, a Mostra irá exibir com exclusividade os dois primeiros capítulos da série Zé do Caixão, dirigida por Vitor Mafra, com Matheus Nachtergaele, que conta a história da vida e obra de José Mojica Marins. A exibição faz parte da homenagem que a 39ª Mostra está fazendo ao cineasta, que inclui também a exibição de outros três filmes de sua carreira, que compõem a Trilogia do Zé do Caixão: À Meia Noite Levarei Sua Alma, Esta Noite Encarnarei no Seu Cadáver e Encarnação do Demônio. A homenagem inclui também o Prêmio Leon Cakoff ao diretor.

BRITISH DAY

No dia 27 de outubro, a Mostra promoverá o British Day na Cinemateca Brasileira, em parceria com a Consulado Geral Britânico em São Paulo, com a exibição de quatro títulos que estão nesta 39ª edição. O evento exibirá as obras A Senhora da Van (A Lady in the Van), de Nicholas Hytner, Monty Python – O Sentido da Vida (Monty Python – The Meaning of Life), de Roger Graef e James Rogan,Apenas Jim (Just Jim), de Craig Roberts, e O Inquilino (The Lodger: A Story of the London Fog), de Alfred Hitchcock, filme de 1927 considerado pelo próprio diretor como o primeiro verdadeiramente hitchcockiano de sua carreira. Este último filme, aliás, faz parte da retrospectiva da The Film Foundation e será exibido ao ar livre, gratuitamente, no jardim da Cinemateca Brasileira, com acompanhamento de música ao vivo, com uma trilha inédita criada especialmente para esta sessão.

O evento também promoverá um encontro com Isabel Davis, assessora internacional do British Film Institute, que será mediado por Eduardo Valente, assessor internacional da Ancine, voltado a produtores brasileiros interessados em coproduzir com o Reino Unido.

Limite 1DIA DO PATRIMÔNIO AUDIOVISUAL

A Cinemateca Brasileira e a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo se reúnem mais um ano para celebrar o Dia Mundial do Patrimônio Audiovisual (World Day of Audiovisual Heritage). A data foi instituída pela 33ª Conferência Geral da Unesco e é comemorada por cinematecas de diversos países por todo o mundo, sempre com apoio da Federação Internacional de Arquivos de Filmes, a FIAF, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade civil e dos governos para a importância da preservação da memória audiovisual.

Com curadoria da Cinemateca Brasileira, o programa apresenta a diversidade de nosso cinema, como Brasil Anos 2000, de Walter Lima Jr. (1978), O Bravo Guerreiro, de Gustavo Dahl (1969), As Cariocas, de Walter Hugo Khouri (1966), Aopção ou As Rosas da Estrada, de Ozualdo Candeias (1981) e Esse Mundo Não É Meu, de Sérgio Ricardo (1963).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s