GEORGE ROMERO COM OU SEM ZUMBI?

crazies030110É impossível não ver um filme de zumbi e não pensar em George Romero, o gênero como conhecemos está em alta evidência hoje e deve tudo a mente desse cineasta que marcou história no terror do cinema. Sua crítica ácida em relação à sociedade representa o ingrediente principal no contexto dos mortos vivos. E todo esse universo está representado em O Exército do Extermínio (The Crazies, 1973).

crazies_xlgSimplesmente um fracasso nas bilheterias, pois o público esperava uma história cheia de zumbis, contudo a marca do diretor está bem registrada na tela. Na trama, um avião cai próximo a Evan´s City, uma pequena cidade no Estado americano da Pensilvânia. A aeronave estava transportando uma carga perigosa, um tipo de arma bacteriológica chamada Trixie. O vírus acaba se espalhando em uma reserva de água local e chega até a cidade. Os afetados desenvolvem sinais de loucura e violência desenfreada sem tipo de raciocínio.

Quem logo procura tomar as rédeas da situação é o exército. Lei marcial, invasão da cidade e perseguição dos habitantes em busca de infectados transforma em um pandemônio a pequena cidade. A ação tem o comando do Major Ryder (Harry Spillman) e do Coronel Peckem (Lloyd Hollar), já o cientista Dr. Watts (Richard France) estuda o vírus para descobrir um antídoto.Crazies-trioO longa também acompanha o grupo formado pelos bombeiros Clank (Harold Wayne Jones) e David (W. G. McMillan), a namorada grávida de David, a enfermeira Judy (Lane Carroll), além de um pai de família, Artie (Richard Liberty), e sua filha Kathy (Lynn Lowry). A conjuntura não traz nenhum zumbi, porém a paranoia, a intransigência dos militares, a insanidade das ações, um grupo egoísta que tenta decidir o destino da maioria sem o mínimo de empatia compõem o mosaico de O Exército do Extermínio. A truculência dos soldados e dos representantes dos altos poderes fica evidente com os cortes e a montagem rápida em determinadas cenas. A caça dos moradores dialoga muito bem com o contexto do Vietnã da época. A sociedade americana se encontra em ruínas.

the-crazies-1973É como se os justiceiros que colocavam a ordem e o progresso em A Noite dos Mortos Vivos (Night of the Living Dead, 1968) ou os arruaceiros de O Despertar dos Mortos (Dawn of the Dead, 1978) dominassem a Evan´s City. As sequências são duras, sem nenhum remédio com o tom pessimista. Para George Romero, o inimigo da sociedade é a própria sociedade. E não os zumbis.

Anúncios

Uma resposta em “GEORGE ROMERO COM OU SEM ZUMBI?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s