KUROSAWA: COMPOSITOR DE MOVIMENTO

1Cinema é o mundo em movimento. Um cineasta soube como poucos enfatizar essa questão ao extremo.  O nome dele é Akira Kurosawa. Segundo um vídeo do Every Frame a Painting, o cineasta foi um especialista em saber colocar e entender o movimento da câmera no cinema. Acima de tudo, Kurosawa foi um compositor de movimento na tela.

Com esse argumento, o vídeo traz cenas Yojimbo (1961), Ran (1985), Rashomon (1950), Viver (1952), Homem Mal Dorme Bem (1960), Kagemusha (1980), entre outros. Sidney Lumet, Robert Altman e Paul Verhoeven também não deixaram de falar da importância do mestre do cinema japonês.

Ikiru-1Todo filme do mestre é uma obra-prima por uma razão diferente, mas o movimento surpresa sempre está ali. Vital para a composição da cena. O tempo mostrando a força do fogo, água, vento, neve, calor.  Os trejeitos dos personagens, individualizado os protagonistas de uma maneira.

O mosaico do diretor coloca a chuva como catalizador de emoções, união e separação de grupos são reforçadas com efeito dramático, o movimento de câmera sempre tem um começo, meio e fim. Da sequência estática, o plano vai para agitação em segundos. Cada tomada tem uma história e está ligada de uma forma, formando mais um trabalho emblemático do mestre.

Conheça mais em #everyframeapainting e patreon.com/everyframeapainting

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s